UEA reinaugura laboratórios de tecnologia

114

Os espaços estão localizados na Escola Superior de Tecnologia (EST), na avenida Darcy Vargas, 1.200, Parque 10, zona centro-sul de Manaus

Da Redação | CNA7
[email protected]

A reinauguração de dois laboratórios do Núcleo de Computação (Nucomp) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) – o Laboratório de Tecnologia, Inovação e Economia Criativa (Ludus) e o Laboratório de Sistemas Inteligentes (LSI) – ocorreu na tarde desta segunda-feira (11/03). Os espaços estão localizados na Escola Superior de Tecnologia (EST), na avenida Darcy Vargas, 1.200, Parque 10, zona centro-sul de Manaus.

A solenidade contou com a presença, do reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, alunos, professores, diretores e coordenadores da Universidade, além de personalidades voltadas ao desenvolvimento tecnológico.

Segundo o reitor, a produção de ciência, o ensino da graduação e a geração de conhecimento é uma oportunidade de diálogo com a comunidade, com o setor produtivo e tudo que vai se tornar inovação. “Que as ideias desenvolvidas por alunos e seus professores possam ser tecnologias capazes de auxiliar até mesmo uma pessoa idosa em uma atividade rotineira. Nos próximos dez anos, estaremos na fronteira da vanguarda tecnológica e nossos alunos estão certamente fazendo história”, enfatizou.

De acordo com a coordenadora do LSI, Profª Dra. Elloá Guedes, o laboratório é uma iniciativa composta por docentes do Núcleo de Computação, que dedica esforços para pesquisa e desenvolvimento de soluções envolvendo Inteligência Artificial e Ciência de Dados. Com o uso de técnicas e métodos de vanguarda, o Núcleo de Computação almeja colaborar para solucionar problemas de diferentes domínios por meio do desenvolvimento de soluções inovadoras e sob medida, especialmente em cenários em que há dificuldade de resolução analítica. “A universidade precisa desenvolver ferramentas e técnicas para lidar com os desafios da nossa sociedade contemporânea. Um espaço como esse é extremamente importante para aumentar a formação de profissionais mais capacitados e aptos a encarar esses desafios”.

Empreendedorismo digital – Para o coordenador do Ludus, Jucimar Maia, o Laboratório foi criado pelos professores do Nucomp para incentivar o empreendedorismo digital no Amazonas, que, por meio da mentoria de professores altamente qualificados, propiciam que os alunos desenvolvam diversos jogos e aplicativos, por demanda ou não, utilizando as mais modernas técnicas de engenharia de software e demais áreas da computação. “O Laboratório possui as mais modernas instalações e estamos preparados para a demanda interna e de mercado para criação de aplicativos envolvendo inteligência artificial e realidade aumentada”, declarou.

O aluno do sétimo período de licenciatura em computação, João Bernardo, conta que a experiência de ensino e aprendizagem tem suas possibilidades aumentadas, motivando os alunos a desenvolverem suas habilidades com as novas ferramentas disponíveis. “Estamos compreendendo um novo olhar da pesquisa, da programação e da construção de artigos, e os professores estão acompanhando nosso progresso de aprender coisas novas”, finalizou.