Sem material humano e com situação precária delegacia não tem condições de abrigar presos de justiça

149

Fugas de presos na delegacia, tem se tornado prática rotineira. A polícia civil do município não possue condições mínimas, tanto para resguardar a segurança dos presos, quanto para evitar fugas!

Devido ao escasso quadro de policiais civis lotados no município,  se conta apenas com um policial de serviço por plantão (plantão de 24 horas ), e para auxiliá-lo, o apoio de um servidor administrativo do município (administrativo sem qualquer qualificação operacional na custódia de presos). 

Um dos foragidos da delegacia que saiu pela porta da frente após arrombarem cadeado da cela.

As delegacias de polícias não foram projetadas para lidar com esse tipo de situação, ou seja, a custódia de presos de Justiça. Todos os atores envolvidos nessa situação, corre iminente risco de vida. Tanto os presos custodiados, que constantemente tem-se rebelado, como os próprios servidores que estão na custódia desses presos!

Um dos foragidos da delegacia que saiu pela porta da frente após arrombarem cadeado da cela.

Com esse quadro deficitário, não há como mantermos presos custodiados na delegacia!