Sefaz realiza 1ª Semana de Educação Fiscal na Fundação Mathias Machline

86

Por que pagamos impostos? Onde e como seus recursos são aplicados? Qual a importância de pedir nota fiscal?

 

Da Redação | CNA7
[email protected]

Por que pagamos impostos? Onde e como seus recursos são aplicados? Qual a importância de pedir nota fiscal? Para responder essas e outras perguntas e estimular a consciência cidadã, a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM), em parceria com a Fundação Mathias Machline (FMM), realiza a 1ª Semana de Educação Fiscal, que acontece até esta quinta-feira (30), na sede da instituição, no Distrito Industrial.

Desde a última segunda-feira, uma agenda com palestras de diversos temas, tais como “Educação Fiscal e Cidadania”, “Tributação no Brasil” e “Educação Financeira e Cooperativismo”, têm mobilizado os mais de 800 alunos da instituição, além de professores e colaboradores, de acordo com o professor de história e filosofia da FMM e o coordenador da Semana, Lucas Kawai Costa.

Ele fala sobre a importância da iniciativa: “A importância é de conscientizar os alunos sobre esse processo educativo que é a educação fiscal e a formação de uma consciência voltada para o exercício da cidadania”, declarou, ressaltando a recepção dos estudantes às palestras. “Eles não tinham dimensão (do que era educação fiscal) e se perceberam como centro ativo da sociedade. Eles ficaram maravilhados”, relevou o professor.

Para o coordenador do Núcleo de Educação Fiscal da Sefaz, o auditor Augusto Bernardo Cecílio, falar de educação fiscal para jovens é importante pela ligação direta que o tema tem com a vida cotidiana de todos os cidadãos. “Nós nos relacionamos com o tributo do nosso nascimento à nossa morte. O jovem tem que saber que nada acontece por acaso em termos de serviços públicos. Pra você ter segurança, saneamento básico, ruas asfaltadas e escolas funcionando, é importante que se discuta a função social do tributo”, diz ele.

Segundo Augusto, a Semana é o ponto de partida para um acordo de cooperação técnica com a instituição com o objetivo de promover iniciativas de educação fiscal aos quase 900 alunos da escola. “A educação fiscal é um tema transversal e está universalizada nas escolas do estado e do município (de Manaus), variando de escola pra escola o grau de envolvimento”, afirma.

Sobre a FMM – A Fundação Mathias Machline é um projeto social criado por empresários em 1986 e hoje mantido pela Digitron da Amazônia e por doações. Em 2006, a escola recebeu o prêmio de Melhor Escola de Nível Médio e Técnico da Região Norte. 70% de suas vagas são destinadas a alunos de escolas públicas.

Próximas palestras – Nesta quarta-feira, o servidor da Sefaz, Neiraldo Dixo, realiza a palestra “Campanha Nota Fiscal Amazonense e Tributação no Brasil”, em duas sessões – às 11h e às 12h. Na quinta-feira, é a vez do servidor da Receita Federal, Moisés Hoyos, falar sobre “Pirataria e Contrabando”, também em duas sessões – às 11h e às 12h.