Seduc-AM executa mutirão de serviços em escolas de Manaus no feriadão

54

Os trabalhos fazem parte do Plano Emergencial de recuperação iniciado em janeiro

 

Da Redação | CNA7
[email protected]

Durante todo o feriado prolongado de carnaval, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) prosseguiu com o cronograma de atividades nas escolas, realizando um mutirão de manutenção e reparos emergenciais nas unidades de ensino da capital. Os trabalhos continuam nesta sexta-feira (8/03) e vão até o fim de semana.

O objetivo foi aproveitar o período de menor movimento nas escolas evitando interrupções prolongadas das aulas, que na segunda-feira (11/03) retornam nas nove escolas selecionadas para serem atendidas nesse período. De acordo com o secretário executivo adjunto de gestão, Rômulo Zurra, com o retorno das aulas, a utilização de feriados e fins de semana para continuar os reparos e manutenções do Plano Emergencial nas escolas será mais comum.

O trabalho está sendo desenvolvido pelo Departamento de Infraestrutura (Deinfra) da Seduc-AM. Os reparos incluem troca de lâmpadas, revisão dos telhados e substituição de telhas, reestruturação de banheiros e cozinhas, além de pinturas internas e externas.

“Nosso foco é não atrapalhar as aulas. Por isso aproveitamos os dias de feriado e mais a quinta e sexta-feira para emendar com o fim de semana e concluir essas escolas que entraram no planejamento como urgência”, ressaltou Zurra.

Desde o último sábado (02/03) estão sendo priorizadas, durante esse período, a Escola Estadual Frei Silvio Vaguegi, no centro; ETI Madre Tereza, no bairro Morro da Liberdade; ETI Nossa Senhora das Graças, Escola Estadual Tereza de Jesus Azevedo de Vasconcelos Dias, na Redenção; ETI Marquês de Santa Cruz, São Raimundo; CETI Sérgio Alfredo Pessoa, bairro Jorge Teixeira; Escola Estadual Raimunda Holanda, bairro Novo Aleixo; e escolas estaduais Desembargador André Vidal de Araújo e Dra. Zilda Arns Neumann, Cidade Nova.

Uma escola que recebeu atenção especial foi a Escola Estadual Raio de Sol, localizada no bairro Nova Cidade, na zona norte, cujo problema identificado era na rede elétrica. “A interrupção planejada para correção nesse período tem como objetivo evitar a ocorrência de um sinistro na escola”, explicou Zurra. A Seduc-AM, por meio de sua atual gestão, ressalta que continuará em ritmo acelerado, cumprindo planejamento do Plano Emergencial para reparo nas escolas.