Real Madrid oficializa contratação de Éder Militão por seis anos

75

Transferência foi fechada na noite de ontem (13) e teve o valor de € 50 milhões (cerca de R$ 215 milhões) confirmado pelo clube português

 

 

Da Redação | CNA7
[email protected]

O Real Madrid oficializou na manhã desta quinta-feira (14) a contratação do defensor brasileiro Éder Militão junto ao Porto. A transferência foi fechada na noite do dia anterior e teve o valor de € 50 milhões (cerca de R$ 215 milhões) confirmado pelo clube português.

Assim, o ex-jogador do São Paulo é o primeiro reforço confirmado pelo clube espanhol desde o anúncio da volta de Zinedine Zidane, na última segunda-feira (11). O brasileiro se incorporará ao elenco merengue em julho, no início da próxima temporada europeia. O contrato é de seis anos, com validade até 2025.

No Real Madrid, Militão poderá atuar como lateral-direito, no lugar do titular Carvajal, ou na zaga, que atualmente é formada por Sergio Ramos e Varane, com Nacho como principal opção no banco.

Quando negociou o jogador com o Porto em julho do ano passado, o São Paulo manteve direito a 13% de seus direitos econômicos.

São 10% de venda futura, pela qual o clube paulista receberá € 4,5 milhões (R$ 19,4 milhões) -no valor total, seriam € 5 milhões, mas o time português descontará comissão-, e outros 3% referentes ao mecanismo de solidariedade, equivalentes a € 1,3 milhão (R$ 5,6 milhões), por ter formado o atleta.

Somados os valores, o São Paulo receberá € 5,8 milhões na venda ao Real. Já na transferência aos portugueses, o time tricolor faturou € 4 milhões (cerca de R$ 17 milhões), o que dá um total de € 9,8 milhões (R$ 43,1 milhões) na soma das duas vendas.

O São Paulo vendeu Militão ao time português quando restavam apenas seis meses para o fim de seu contrato, o que diminuiu o poder de barganha dos paulistas. Antes, o time tricolor havia feito quatro propostas de renovação de vínculo, todas negadas pelo jogador. (UOL/FOLHAPRESS).