Irmão do ex-governador José Melo, nega ser amigo de líder de organização criminosa

61

Em depoimento à Justiça Federal nesta terça-feira, dia 6, o ex-secretário de Administração e irmão do governador casado José Melo, negou que tenha amizade com o médico e empresário Mouhamad Moustafa, apontado como líder da organização criminosa que desviou mais de R$ 100 milhões da Saúde do estado.

“Eu não tinha relação de amizade com ele. Eu me relacionava com ele como me relacionava com todos os fornecedores do estado que me procuravam naquele momento de crise para tentar resolver seus problemas”, disse Evandro.

 

Várias visitas

O ex-secretário da Sead também afirmou que recebeu Mouhamad várias vezes em sua residência para reclamar de pagamentos e para acompanhar a doença de sua esposa, que sofre de Esclerose Lateral Amiotrófica.

“O Mouhamad apareceu lá na minha casa várias vezes. Ele começou a ir na minha casa quando se interessou pela doença da minha esposa. É uma doença chamada Esclerose Lateral Amiotrófica. Ele não tinha especialidade nessa área, mas queria ver”, afirmou.

Evandro Melo é um dos investigados pelos desvios na saúde do Estado. Foi preso em dezembro de 2017 na operação Custo Político, segunda fase da Operação Maus Caminhos da Polícia Federal. Foi solto em abril de 2018 após decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

Por: BNC