Instituto Ajuri vai lançar projeto Grito da Periferia 2019

79

Da Redação | CNA7

Diversidade artística e cultural estarão presentes na sétima edição do Grito da Periferia 2019, que terá o lançamento durante a Sexta Cultura (16 de agosto) promovida pelo Instituto Cultural Ajuri, Inca, no Liceu de Arte e Ofício Cláudio Santoro (Bumbodromo). O evento, a partir das 19h, vai contar com uma variada programação.

O Grito da Periferia é um movimento artístico, cultural e social que faz mostras de diversos grupos, entidades e artistas de Parintins. Segundo a presidente do INCA, Cláudia Helen Prestes, “o objetivo é valorizar a diversidade cultural da Ilha Tupinambarana”. Para isso, vários movimentos sociais são mobilizados para participar.

 

Este ano, o Grito da Periferia tem como tema “Cultura e Liberdade”. Além das homenagens a Tomaszinho Meireles e ao educador Paulo Freire. O artista visual e professor de danças urbanas, Pito Silva, acredita que o movimento tem grande importância para a cidade. “Além de dar uma grande visibilidade para os grupos, ele (Grito da Periferia) registra e marca a identidade cultural de Parintins, que não se resume a festa do Boi-Bumbá. Vai muito mais que isso, ele se refere a uma grande diversidade artística e cultural”, afirmou.

O Grito da Periferia 2019 vai acontecer no dia 28 de setembro. Nesta sexta-feira, 16, acontece, no Bumbódromo, a Sexta Cultural de lançamento do projeto em Parintins. A noite vai contar com shows musicais, mostras de dança, apresentações artísticas, exposições e explanação da proposta 2019.

Texto: Eldiney Alcântara
Foto: Glenda Dinely