Flamengo vence o Palmeiras após quatro anos

71

Da Redação | CNA7
[email protected]

O Flamengo confirmou neste domingo a grande fase ao vencer aquele que talvez seja seu grande rival na luta pelo título brasileiro. Com uma ótima atuação, principalmente do trio de ataque formado por Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta, o Rubro-Negro venceu com facilidade o Palmeiras por 3 a 0, no Maracanã, e se manteve na liderança do Brasileirão. O Verdão, em tarde muito ruim no Rio de Janeiro, se afunda na crise e agrava a situação do técnico Felipão.

Flamengo: segue o líder!

Com a quarta vitória consecutiva, o Flamengo chega aos 36 pontos, mesmo número do Santos, mas com vantagem no saldo de gols (18 a 12). O time dirigido por Jorge Jesus volta a jogar no sábado, contra o Avaí, às 17h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Primeiro tempo

Felipão montou o Palmeiras com três volantes para travar o forte ataque do Flamengo e jogar nos contra-ataques. Quase deu certo logo aos dois minutos. Willian recebeu nas costas da defesa e cruzou para Matheus Fernandes marcar. O Bigode, porém, estava em impedimento, bem marcado pelo VAR.

O Flamengo entrou aos poucos no jogo e mostrou a ótima fase que vive aos dez minutos. Em ótima jogada em velocidade, Bruno Henrique tocou para Arrascaeta, que encontrou Gabriel livre na entrada da área. O Gabigol bateu com categoria por cima de Weverton e abriu o placar.

A desvantagem desmontou a estratégia de Felipão. O Verdão teve enorme dificuldade para sair com a bola da defesa e isolou Dudu, Willian e Luiz Adriano na frente. O Rubro-Negro continuou melhor, dominando e cada vez mais próximo de ampliar.

O segundo gol saiu aos 38. Bruno Henrique disparou pela direita e cruzou na segunda trave para Arrascaeta aparecer nas costas de Marcos Rocha e aumentou a vantagem. Willian chegou a marcar nos acréscimos, mas o árbitro Rafael Traci marcou impedimento de Vitor Hugo no cabeceio.

Segundo tempo

O Palmeiras voltou do intervalo com Raphael Veiga no lugar de Matheus Fernandes, mas a mudança pouco efeito surtiu. O Flamengo continuou mais tempo com a bola e, mesmo diminuindo um pouco o ritmo pela vantagem construída na etapa inicial, deu trabalho.

O terceiro gol saiu aos 15 minutos depois que o árbitro marcou pênalti de Diogo Barbosa em Rafinha. Gabigol bateu e aumentou. Aos 36, para piorar, o Palmeiras ainda perdeu o zagueiro Gustavo Gómez, expulso por falta violenta em Bruno Henrique. Diante de uma enorme festa da torcida, com gritos de “olé” e “mais um”, o Flamengo administrou a vitória até o apito final.

Foto: André Durão

Texto: GE