Crianças passavam fome, eram abandonadas pela mãe usuária de drogas e possivelmente abusadas pelo padrasto

201

Uma força tarefa conseguiu resgatar crianças que assistiam a mãe se drogar dentro da própria casa

Da Redação | CNA7
[email protected]

Parintins (AM) – A Justiça e o Conselho Tutelar resgataram na tarde deste domingo, 03/02, cinco  crianças e duas adolescentes que passavam fome, não tomavam banho, eram abandonadas pela mãe e ainda assistiam a genitora se drogar dentro da própria casa. De acordo com as denuncias levadas as autoridades de segurança o padrasto é suspeito de abusar das menores de 12 e 14 anos. 

Por meio de nota enviada a imprensa pela 3ª vara da comarca de Parintins a ação para resgatar as crianças e adolescentes que viviam em situação de extrema vulnerabilidade foi conjunta e teve a participação do Ministério Público, do Comissariado da Infância, do Conselho Tutelar, da SEMASTH, da SEMSA, da Polícia Militar e foi coordenada pela 3ª Vara de Parintins, responsável pelo Plantão Judicial no Fórum neste final de semana.

Segundo denúncias encaminharas ao Conselho Tutelar, a mãe das crianças é usuária de drogas e deixava as crianças por dias sem comer, sem tomar banho, além de fazer uso de drogas na frente dos filhos dentro da residência e com a participação de terceiros. Além disso, consta denúncia de que o padrasto das crianças abusava sexualmente das adolescentes de 12 e 14 anos e será investigado ainda o abuso de umas das crianças de apenas seis anos de idade.

Segundo informou o diretor da 3ª Vara de Parintins e Juízo Plantonista, João Vinícius, que coordenou a operação, além do acolhimento no Abrigo Vovó Conceição, foi necessária a utilização de uma ambulância para encaminhar a mãe das crianças ao hospital, uma vez que, em razão de estar com a saúde debilitada não conseguia sequer ficar em pé.