Amazonas evolui em geração de emprego, segundo Caged

104

O Amazonas ocupa a 7ª posição entre os Estados brasileiros que evoluíram na geração de emprego, tendo um dos maiores saldos positivos entre trabalhadores admitidos e demitidos, representando, no mês de julho, 2.128 trabalhadores a mais no mercado de trabalho do que no mesmo período do ano passado.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados, nesta sexta-feira (23/08), no Portal do Ministério da Economia.

Conforme a secretária da Setrab, Neila Azrak, o segundo semestre do ano começou com número positivos e a tendência é aumentar. “A Setrab está conquistando mais parcerias com empresários, aumentando a captação de vagas, e gerando qualificação para a população. O Amazonas está acima da média e a empregabilidade tende a crescer mais no Amazonas”, afirmou.

No primeiro semestre com saldo de 7.951 trabalhadores a mais no mercado de trabalho, o Amazonas conquista 8º melhor saldo entre os 26 Estados da Federação mais o Distrito Federal.

Os setores que mais têm oportunizado emprego e contribuído para o saldo positivo no Amazonas são Serviços, Comércio, Indústria de Transformação, e Construção Civil.