Alfonso Cuarón vence prêmio do Sindicato dos Diretores por ‘Roma’

108

Alfonso Cuarón vence prêmio do Sindicato dos Diretores por ‘Roma’

Omexicano Alfonso Cuarón venceu a 71ª edição da premiação do Sindicato dos Diretores dos EUA (DGA, na sigla em inglês), que aconteceu no sábado (2). 

Com a conquista, Cuarón larga como favorito para ganhar o Oscar de melhor direção por “Roma”, no próximo dia 24. Isso porque grande parte dos membros do sindicato também faz parte da Academia, o que torna o DGA o melhor termômetro para prever os resultados.

 

Em janeiro, o cineasta nascido no México já havia vencido o Globo de Ouro de melhor diretor.

O prêmio do Sindicato dos Diretores era o último que faltava entre os concedidos pelas mais importantes associações das categorias de Hollywood.

Há uma semana, foi realizada a cerimônia do Sindicato dos Atores, que, em cinema, consagrou os nomes de Glenn Close (melhor atriz, por “A Esposa”), Rami Malek (melhor ator, por “Bohemian Rhapsody”), Mahershala Ali (melhor ator coadjuvante, por “Green Book: O Guia”) e Emily Blunt (melhor atriz coadjuvante, por “Um Lugar Silencioso”). “Pantera Negra” recebeu o troféu de melhor elenco.

Já o prêmio do Sindicato dos Produtores foi para “Green Book: O Guia”, dirigido por Peter Farrelly, tornando-o um dos mais fortes concorrentes ao Oscar de melhor filme. Veja a lista de principais vencedores do DGA Awards:Melhor diretor de filme: Alfonso Cuarón, por “Roma”Melhor estreante na direção de filme: Bo Burnham, por “Eighth Grade”Melhor diretor de série dramática: Adam McKay, por “Succession”Melhor diretor de série cômica: Bill Hadder, por “Barry”Melhor diretor de documentário: Tim Wardle, por “Três Estranhos Idênticos”Melhor diretor de telefilme ou minissérie: Ben Stiller, por “Escape at Dannemora”