Ação da Defensoria em Novo Remanso atende mais de 100 pessoas

71

Serviços mais solicitados foram segunda via de certidão de nascimento, divórcio e pensão alimentícia

 

Da Redação | CNA7
[email protected]

O agricultor Sérgio Procópio da Silva, 69, está entre as mais de 100 pessoas alcançadas por uma ação da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) na Vila de Novo Remanso, distante duas horas de Itacoatiara, realizada nesta terça-feira (19/3) em comemoração ao aniversário de um ano de existência do polo da instituição na cidade.

Com a ajuda do órgão, o agricultor deu início à solução para um pedido de divórcio. Morador da comunidade, Sérgio tem dificuldades para se deslocar até a sede municipal e aplaudiu a iniciativa da Defensoria. O Polo da DPE-AM registrou mais de 17 mil atendimentos em um ano.

A unidade atende aos municípios de Rio Preto da Eva, Urucará, Urucurituba, São Sebastião do Uatumã, Silves e Itapiranga e a comemoração não poderia ser de outra forma, de acordo com o defensor público geral, Rafael Barbosa. “O caso desse assistido com mais de 60 anos, que disse que nunca esteve em Itacoatiara e que não tinha chance de encontrar a Defensoria, a não ser com ações como essa realizada aqui na Vila do Novo Remanso”, afirmou Barbosa.

A comemoração contou com a presença do prefeito municipal de Itacoatiara, Antonio Peixoto, e do juiz Saulo Góes Pinto, titular da 1ª Vara da Comarca de Itacoatiara.

Foto: Divulgação

Comemoração – A coordenadora do Polo, defensora pública Natasha Hara, explicou que dos atendimentos na ação, os serviços mais solicitados foram segunda via de certidão de nascimento, divórcio e pensão alimentícia.

Caso de Maria*, que foi pedir orientação para entrar com uma ação de divórcio contra o ex-marido, que se recusa a aceitar a separação. “Estou buscando meus direitos, não tinha conseguido ainda ir à Itacoatiara para ser atendida, por isso não podia perder essa oportunidade”, explicou ela, que não quis se identificar.

Do total de atendimentos do polo até aqui, nos 17.628 atendimentos o destaque também é para área de família, com casos de pensão alimentícia e guarda de filhos, correspondente a 71,6% das demandas da unidade (12.633 atos).

Para o defensor geral, o momento é de celebração pela atenção que vem sendo dada à população da zona rural do Estado na área judicial. “Se no passado comemorávamos uma ação em Itacoatiara, agora é hora de comemorar a ida em locais mais distantes dos polos, nos quais com parcerias das Prefeituras e do Tribunal de Justiça, podemos chegar com a assistência dos defensores”, finalizou.